Está aqui

Comentários efectuados por diogo

  • diogo comentou a entrada "Microsoft desenvolve tradutor para cegos " à 12 anos 6 meses atrás

    Olá,
    Acho que esta notícia é muito positiva. Pode ser que depois se desenvolvam programas parecidos open source. Além disso duvido que a Microsoft só permita a conversão de documentos do Office 2007 para DAISY porque afinal se o fizer isso já é uma discriminação e não é esse o objectivo deste formato de livros. Como a Microsoft por vezes é um pouco esquisita, não faço a mínima qual será a decisão deles. De qualquer maneira dou os parabéns a eles e vejo isto com bons olhos.

  • diogo comentou a entrada "Quais as diferenças entre deficiênte visual e cego" à 12 anos 6 meses atrás

    Olá amigo,
    Deficiente visual engloba tanto pessoas com baixa visão como cegas mas a palavra deficiente tem muito que se lhe diga...
    Um amplíope é uma pessoa que tem um tipo de doença chamado ambliopia pelo que este nome discrimina outras pessoas com outro tipo de doenças. Está muito correcto dizer-se pessoa com baixa visão.
    O chamado "invisual" para mim é um complexo da sociedade ora repare-se que ou somos cegos ora somos invisuais. Um invisual é aquela pessoa que faz coisas extraordinárias, é fantástica, etc, etc... Cego é aquele sujeito que pode tomar atitudes estranhas, fala mal com as pessoas, entre outras coisas. Reparem nisso nos títulos das notícias em Portugal. De certeza que não vão encontrar coisas do tipo: "Invisual burla em nome de tio".
    Note-se isto: Se eu for a andar na rua e se pur acaso dizer qualquer coisa menos agradável a uma pessoa (estiver mal disposto) fico conhecido pelo cego que tratou mal o fulano y. Já sabem que depois se for outro cego a andar na rua também leva com as culpas em cima porque afinal também é cego e as pessoas nem se importam em saber o nosso nome. O ser-se cego aqui importa mais do que o nome...
    Já que a sociedade nos faz assim algum mal, que nos continuem a chamar como cegos porque o invisual esconde o receio que as pessoas têm desta deficiência da visão e é totalmente descabido este termo porque não sei porque cargas de água uma pessoa fica chateada por lhe chamarem cego... Se ficar o problema é só desse sujeito e não aceita bem a deficiência que tem.

  • diogo comentou a entrada "Como desactivar css" à 12 anos 6 meses atrás

    Olá Tadeu,
    Não entendo porque é que queres desactivar o CSS. Os leitores de ecrã simplesmente ignoram o CSS. Quando vês uma página o Jaws está só a basear-se no código HTML. Não sei desactivar e nem sei se isso é possível.
    Abraços,

    Diogo

  • diogo comentou a entrada "Como é ver???" à 12 anos 8 meses atrás

    Paula escreveu:
    por exemplo se pedisse para desenhar um dia atribulado numa cidade, como faria, qual a sensaçao que passaria para o papel.... tenho
    muita curiosidade de tentar perceber o vosso mundo....

    Diogo:
    Eu dezenharia uma fénix para caracterizar o mundo dos cegos...

    Marciel disse:
    MAS PORQUE SERÁ QUE QUANDO NOS PERGUNTAM O QUE É QUE NÓZESTAMOS AVER NÓZ RESPONDEMOS QUE ESTAMOS AVER TUDO PRETO. SE NÓZ NUNCA VIMOS COMO É QUE PODEMOS DIZER
    ISSO!

    Diogo:
    Isso só se pode aplicar às pessoas que já nasceram cegas.

    Tadeu disse:
    Quando me perguntam o que vejo, digo que os meus olhos vêem exactamente o mesmo que a palma da minha mão.

    Diogo:
    Pode ser uma resposta válida visto que as pessoas que dizem serem normais fazem o inverso, ou seja, tocam nos objectos com os olhos, ouvem com os olhos, etc... Uma pessoa consegue dizer a textura de um objecto (plástico ou vidro), quando ouve um barulho em vez de voltar o ouvido para descobrir o que é olha logo para ver o que se passa (se tocar o telemóvel ou celular como é conhecido no Brasil e se não souber onde ele está começa a olhar desesperadamente), etc...

    Tadeu continuou:
    Mas podem então perguntar o que acontece quando um cego de nascença diz que num sonho vê o mar?
    Acontece que ele sonha que está à beira mar e imagina o mar como ele pensa que é ver. Certa vez eu disse à minha mãe que sonhei que vi a minha prima. Mas
    recordo-me muito bem do sonho. Eu sonhei que estava próximo da minha prima e sabia exactamente onde ela estava. Então pensei que a via.

    Diogo:
    Felizmente que os sonhos vão paralém de um conjunto de imagens. As sensações estão também presentes. Por vezes sonhamos que estamos a cair e acordamos com aquela sensação esquisita.

    Tadeu referiu:
    Mas respondendo à Patty que é o objectivo desta mensagem, se é difícil compreender o que é ser cego, muito mais difícil é um cego entender o que é ser
    normovisual.

    Diogo:
    Não concordo. Torna-se complicado comparar assim as duas coisas. Se calhar é mais fácil para uma pessoa cega entender o mundo das pessoas que dizem serem normais porque um cego está muito mais em contacto com pessoas que vêem do que o contrário.

    Tadeu escreveu:
    Quando era pequeno imaginava ver como sendo tocar com os olhos como tocava com as mãos. Mas sei que a realidade é bem diferente. A visão é
    sintética e é melhor comparável com o ouvido e não com o tato.

    Diogo:
    Depende do ponto de vista. A visão pode ser vista como se fosse o estender-se do tacto. O exemplo que dei sobre objectos de vidro ou de plástico contraria o que disseste mas o do telemóvel não...

    Sebastião disse:
    Então quero parabenizar a todos aqueles que estão enviando comentários sobre a sua pergunta , por que com certeza contribui para uma reflexão "o que é
    ver?

    Diogo:
    A sua pergunta não tem resposta. A diferença entre o ver e não ver não podem ser descritas por palavras. O ver e não ver simplesmente sente-se e vive-se.

    Isabel referiu:
    Hoje, em dia, não me resta mais nada a não ser a memória visual que tenho dessas coisas. E quando, me deparo com qualquer uma delas, sinto o que está há
    minha volta e recorro logo no imediato à minha memória visual.
    Quero com isto dizer, ver com os olhos ou com os outros sentidos, não é nada mais, nada menos, que aprender a viver!
    Temos é que viver!

    Diogo:
    Concordo plenamente com o que disse. Aliás, a memória visual é um dos maiores tesouros desta vida para uma pessoa que perde a visão.

    Sidarta escreveu:
    Agora os deficientes visuais que perderam a visão quando ja tinham uma noção de como era muitas coisas deste mundo, que esse eu me incluo, não tem curiosidade,
    pois mesmo que tivesse não teria possibilidade de participar deste mundo, visto que os normovisuais, bastam fechar seus olhos para saber como é nosso mundo...

    Diogo:
    Não concordo. Uma pessoa quando fecha simplesmente os olhos não sente a dor da perda da visão. Não sente o renascer de um novo mundo que se lhe abre... A cegueira tem uma grande beleza mas também se pode afirmar que é catastrófica.

  • diogo comentou a entrada "Um nome esquecido" à 12 anos 9 meses atrás

    Olá Tiago,
    Ele não inventou a bengala porque os cegos já nesta altura já começavam a utilizar bastões para andarem de um lado para o outro. Richard Hoover inventou sim a técnica que utilizas para andares com uma bengala. Ele estudou por exemplo o equilíbrio das pessoas cegas e então lá surgiu a técnica de Hoover que aposto que utilizas quase no teu dia-a-dia.

    Abraços do amigo pote!

  • diogo comentou a entrada "Um nome esquecido" à 12 anos 9 meses atrás

    Olá,
    Parece-me que não...

    Abraços do Pote

  • diogo comentou a entrada "O que é o chamado "viver na escuridão"?" à 12 anos 10 meses atrás

    Olá Joana,
    Adorei o seu comentário ao meu post. Está simplesmente espectacular! Desta vez vou escrever pouquinhas palavras mas penso ser o suficiente.
    Para além da cegueira ser uma deficiência, é uma grande lição de vida que na maioria das vezes nos ajuda a crescer e a vermos o mundo à nossa maneira.
    Deixo-lhe aqui uma pergunta talvez um pouco estranha mas foi algo que já foi escrito por Helen Keller mas desta vez vai ser um pouco diferente. Se a Joana conseguisse, como mostraria o nosso mundo a uma pessoa que vê em apenas três dias?

    Bjs do amigo Pote!

    PS.
    Obrigado por ter descido da prateleira da ocupação para vir falar um pouco aqui.

  • diogo comentou a entrada "O que é o chamado "viver na escuridão"?" à 12 anos 10 meses atrás

    Olá amigo ou amiga anónimo ou anónima,
    Eu não lido muito com as questões de cor. Simplesmente como um Pote vivo os dias numa prateleira e ponho-me a pensar sobre estas coisas. É mesmo algo para se pensar e de se estar atento ao que nos rodeia. As pessoas estão muito ligadas à visão. Para terminar deixo-lhe aqui algo que encontrei na internet relacionado com cores e significados:

    As cores e os efeitos psicológicos

    Sensações visuais + significado:

    "- Branco – pureza
    - Preto – negativo
    - Cinza – tristeza
    - Vermelho – calor, dinamismo
    - Rosa – graça, ternura
    - Azul – pureza, fé

    Sensações Acromáticas

    Branco: inocência, paz, divindade, calma, harmonia, para os orientais pode significar morte, batismo, casamento, cisne, lírio, neve, ordem, simplicidade,
    limpeza, bem, pureza.

    Preto: sujeira, sombra, carvão, fumaça, miséria, pessimismo, melancolia, nobreza, seriedade. É expressivo e angustiante ao mesmo tempo. Alegre quando combinado
    com outras cores.

    Cinza: pó, chuva, neblina, tédio, tristeza, velhice, passado, seriedade. Posição intermediária entre luz e sombra.

    Sensações Cromáticas

    Vermelho: guerra, sol, fogo, atenção, mulher, conquista, coragem, furor, vigor, glória, ira, emoção, paixão, emoção, ação, agressividade, perigo, dinamismo,
    baixeza, energia, revolta, calor, violência.

    Laranja: prazer, êxtase, dureza, euforia, outono, aurora, festa, luminosidade, tentação, senso de humor. Flamejar do fogo.

    Amarelo: egoísmo, ciúmes, inveja, prazer, conforto, alerta, esperança, flores grandes, verão, limão, calor da luz solar, iluminação, alerta, euforia.

    Verde: umidade, frescor, bosque, mar, verão, adolescência, bem-estar, paz, saúde (medicina), esperança, liberdade, paz repousante. Pode desencadear paixões.

    Azul: frio, mar, céu, horizonte, feminilidade, espaço, intelectualidade, paz, serenidade, fidelidade, confiança, harmonia, afeto, amizade, amor, viagem,
    verdade, advertência.

    Roxo: fantasia, mistério, egoísmo, espiritualidade, noite, aurora, sonho, igreja, justiça, misticismo, delicadeza, calma.

    Marrom: cordialidade, comportamento nobre, pensar, melancolia, terra, lama, outono, doença, desconforto, pesar, vigor.

    Púrpura: violência, furto, miséria, engano, calma, dignidade, estima.

    Violeta: calma, dignidade, estima, valor, miséria, roubo, afetividade, miséria, calma, violência, agressão, poder sonífero.

    Vermelho-alaranjado: sexualidade, agressão, competição, operacionalidade, desejo, excetabilidade, dominação."

    Fonte:
    http://kraudio.wordpress.com/

    Cumprimentos do amigo Pote!

  • diogo comentou a entrada "O que é o chamado "viver na escuridão"?" à 12 anos 10 meses atrás

    Olá Filipe,
    Em primeiro lugar não é o Diogo que está a escrever este blog. É um pote que vive numa prateleira e que vem escrever para o Lerparaver com a conta dele. Penso que na descrição do blog estão algumas informações sobre mim, o Pote.
    Quanto ao que referiste das pessoas não viverem na escuridão, bem, com o tempo e com uma boa habilitação/reabilitação aprendem-se truques que são muito úteis para conseguirmos destinguir por exemplo as nossas roupas.
    Quanto ao Sérgio saber onde está, isso prende-se com a orientação que é tão importante como a mobilidade.
    No que referiste com o Américo, não me espanta a resposta dele. Garanto-te que ele não vive no escuro.

    Para terminar também deixo-te aqui os parabéns por ajudares principalmente as pessoas na área de informática através da lista querersaber.

    Cumprimentos do Pote!

  • diogo comentou a entrada "O que é o chamado "viver na escuridão"?" à 12 anos 10 meses atrás

    Palavras para quê?
    Obrigado pelas tuas palavras e por teres compreendido e protegido diversas pessoas cegas como eu sei que o fizeste...
    Não é muito normal pessoas da tua idade preocuparem-se com estas deficiências!
    Continua a ser como és!

    Bjs do Pote

Páginas



1 a 10 de 15