Está aqui

Últimos comentários

  • PGT comentou a entrada "Rádio e inclusão: Uma análise de experiências de rádio para surdos em Portugal" à 1 ano 6 meses atrás

    No meu caso eu como ainda via, só precisava de estar na primeira carteira para conseguir ver para o quadro.
    Mas quando cheguei ao chamado ciclo preparatório, aí já se complicou um pouco pois o quadro era verde, e as sotouras, carregavam pouco no jiz, eu pedia para reforçar, faziam-me duas ou três, logo se esqueciam
    .
    Outra situação foi na aula de ginástica,porque eu não via o suficente para ver o volant porque o perdia no ar, conseguia , fazer um jogoireito no bademintom, esprementei em três aulas, já as colegas não queriam jogar comigo, porque eu só apanhava os sestos que caíam ao chão, disse à sotoura ponha-me a fazer outro exercício, ela disse- que me ìa por falta disciplinar, eu sentei-me assesti à aula , saí dali, direitinha à sala dossotoures e fiz quexa à directoura de turma , a sotoura mandou que fosse lá escola o meu encarregado de educação e então a minha mãe foi lá, e a soutoura foi obrigada a tirar-me a falta,e eu nem sequer tinha sido male educada com a sotoura, etcetra.
    Quanto aos surdos e mudos acho realmente que deviam envestir bastante com linguagem gestual, o u exestir um pprgrama adaptado no computador, para que consigam tudo no geral, para sentirem em igualdade como todos os outros

  • R.R.S. comentou a entrada "Rádio e inclusão: Uma análise de experiências de rádio para surdos em Portugal" à 1 ano 6 meses atrás

    Axo pouca imformaç~ão sobre os surdos

  • Pedra Preciosa comentou a entrada "Rádio e inclusão: Uma análise de experiências de rádio para surdos em Portugal" à 1 ano 6 meses atrás

    Na minha opinião a r
    ´´adio inclusão foi uma ideia genial, porque todos passam a ter acesso ao equipamento.

  • touro comentou a entrada "Rádio e inclusão: Uma análise de experiências de rádio para surdos em Portugal" à 1 ano 6 meses atrás

    Sou da opinião que os deficientes auditivos em relação ao aproveitamento dos recursos da rádio têm pouca oportunidade noticioso.

  • luigip comentou a entrada "Excelente exemplo de uma alma sonhadora que "encherga com o coração"" à 1 ano 6 meses atrás

    Fico sempre agradavelmente surpreendida quando vejo estas experiências muito enriquecedoras, de olhar sem utilizar a visão.

    As vivências de Sara levaram a que desenvolvesse competências que sempre lhe terão pertencido. Tornou-se criativa conquistou u seu próprio espaço no mundo da música e lançou um disco com características muito particulares apelando aos sentidos invisíveis, internos, emocionais.

    Adquiriu autonomias várias, viajou pela primeira vez ao estrangeiro, conheceu outras pessoas e culturas. Tudo isto contribuiu para a decisão de escrever um livro de memórias.

    A sara lua azul de certeza é uma pessoa muito feliz, apesar das suas limitações!

  • Karloswwreis comentou a entrada "Rádio e inclusão: Uma análise de experiências de rádio para surdos em Portugal" à 1 ano 6 meses atrás

    Fiquei deveras sensibilizado com esta temática. Não tinha conhecimento de tais iniciativas ou desta preocupação dos meios de comunicação radiofónicos. É realmente importante a reavaliação da forma como a comunicação é divulgada. Devemos preocupar-nos com a inclusão das pessoas com deficiência.

  • TC1998 comentou a entrada "Alteração do Google pode prejudicar funcionamento de vários apps de Android" à 1 ano 7 meses atrás

    A google sempre a complicar e a estragar o que esta minimamente bem feito a acessibilidade é sempre o menos importante incrivel.

  • Tadeu comentou a entrada "Tarifa dois por um da Cp - publicação de uma troca de mensagens, entre mim e a empresa" à 1 ano 7 meses atrás

    No passado dia 14 fui mais uma vez informado por uma funcionária da CP de Braga de que não podia ser acompanhado por uma pessoa cega. Entretanto ´devo dizer que foi muito simpática e até me disse que se eu viesse comprar o bilhete sozinho que mo vendia porque aí seria eu e não ela que assumiria a responsabilidade do acompanhante que levava. Devo confessar que concordei, pois creio que a lei não obriga ninguém a levar o acompanhante para comprar o bilhete.
    Entretanto gostava de saber se alguém já tem acesso à famosa norma interna.?
    Adicionem-me no Facebook

  • Céu comentou a entrada "Prestação Social para a Inclusão - notícia Segurança social" à 1 ano 8 meses atrás

    Já alguém se candidatou por aqui?
    Eu Já me candidatei pela internet e submeti. Agora está em análise.
    Mas aconteceu algo de estranho: liguei para a segurança social a informar da minha candidatura e o funcionário informou-me que ainda não têm nada, por isso não podemos fazer a inscrição pessoalmente. Mas o mais irónico foi que o funcionário me disse que talvez eu não tivesse direito porque trabalho a tempo inteiro e recebo um ordenado (mínimo). Não percebo, porque segundo a informação dada no diário da república e tendo um grau de incapacidade igual ou superior a 80%, que é o meu caso (88,0%), receberia a prestação por inteiro, independentemente de qualquer rendimento que tenha.

    Afinal, quem pode receber esta prestação? O atestado de incapacidade não é suficiente?
    Só lhes digo uma coisa, façam a candidatura online.

  • Céu comentou a entrada "Atribuição da prestação social de inclusão aguarda publicação em Diário da República" à 1 ano 8 meses atrás

    Quando sair no diária, avise-nos. Hoje estive a ver e ainda não encontrei nada!
    Cumprimentos

Páginas



71 a 80 de 5275