Está aqui

Conteúdos com o tema Cão-guia

Nesta página pode ver todo o conteúdo do Lerparaver organizado tematicamente.

Escola de Cães-guia de Mortágua

por Lerparaver

Reportagem da Semana: Escola de Cães-guia de Mortágua

Cães-guia são formados em Coimbra e Mortágua

Benedita Oliveira

São ternurentos e dedicados. Inteligentes e perspicazes. Os atributos dos cães da raça Labrador Retriever são muitos, mas os exemplares de uma IPSS de Mortágua são ainda mais especiais. Respondem a cerca de 25 ordens e têm a capacidade de antecipar percursos, conduzindo o seu utilizador ao local solicitado. Mais que um fiel amigo, os animais da Escola de Cães-guia de Mortágua distinguem-se dos restantes sobretudo por serem os olhos de quem não tem a faculdade da visão.

...

Deficiente visual circula com cão guia nos ônibus do Recife

por Lerparaver

O analista de sistemas Yuri Limeira Melo, 35 anos, é o primeiro portador de deficiência visual a circular com um cão guia no Norte-Nordeste. Ele esteve na Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos - EMTU - para receber uma autorização formal que o permite circular nos coletivos com Cindi, sua cadela labrador.

...

(Revogado) Cães-guia - Decreto-Lei nº 118/99, de 14 de Abril

por Lerparaver

O presente diploma introduz no ordenamento jurídico português regras destinadas a facilitar a missão de meio auxiliar de locomoção que os «cães-guia» acompanhantes de deficientes visuais desempenham, colmatando-se assim uma lacuna legislativa que obstava, afinal, ao pleno cumprimento da missão que os mesmos animais são chamados a desempenhar. Em 1982, foi publicada legislação referente às condições de acesso dos «cães-guia» aos transportes públicos.

...

Acessibilidade às pessoas cegas no itinerário da cidadania

por Lerparaver

Elizabet Dias de Sá

Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte

Hasta la hora del ocaso amarillo

cuántas veces habré mirado

al poderoso tigre de bengala

ir y venir por el predestinado camino

detrás de los barrotes de hierro

sin sospechar que eran su cárcel.

(Jorge luis Borges)

Como é o lugar quando ninguém passa por ele?

...

ABAADV - Relatório sobre a presença na 10ª conferência internacional sobre mobilidade

por Lerparaver

"IMC10 - 10th International Mobility Conference" / (4 a 8 DE AGOSTO de 2000)
Realizada na Universidade de Warwick / Coventry - Reino Unido
e organizada pela: "The Guide Dog for the Blind Association"

TEMA:"a brighter VISION for the future"

Relatório apresentado por: Júlio Damas Paiva / Assoc. Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual
Escola de Cães Guia de Mortágua / MORTÁGUA / 28 de Agosto de 2000


1. INTRODUÇÃO

1.1. Justificação:

A "International Mobility Conference" (IMC), é um grupo independente de intervenientes no campo da mobilidade do portador de deficiência visual, constituído por técnicos e centros de mobilidade.

...

ABAADV O que sabe sobre cães-guia

por Lerparaver

O que é que sabe sobre Cães Guia para Cegos?

Desde 1998 que a existência de Cães Guia para Cegos passou a ser uma realidade concreta em Portugal, deixando definitivamente o nosso País de deter o exclusivo de ser o único na União Europeia a não possuir esta ajuda técnica.

Iniciado o trajecto pela Escola Beira Aguieira, em Mortágua, através de uma iniciativa comunitária Programa Emprego / Adapt -Eixo Horizon, tem hoje a ABAADV- Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual - umas modernas instalações situadas neste Concelho que a tem apoiado e acarinhado, no seu trajecto de ajudar e servir a Comunidade Deficiente Visual de todo o País.

...

ABAADV Editorial

por Lerparaver

por Dr. Afonso Abrantes

Fruto da vontade de alguns, do apoio de bastantes e da necessidade de muitos, promoveu em 1996 a Escola Beira Aguieira um Projecto (Horizon) que desenvolveu até final de 1999 e que constitui hoje a primeira Escola de Cães Guia para Cegos do nosso País.

Ciente da importância deste projecto, apoiado pela União Europeia e pelo Governo Português, em colaboração com parceiros internacionais e nacionais ( a Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal e a Direcção Regional de Educação do Centro), foi desde a primeira hora a Câmara Municipal de Mortágua um parceiro activo, contribuindo com o seu empenho institucional e financeiro.

...

Escola de cães-guia

por Lerparaver

O ARNÊS

Número 0 | Ano 1 | Julho, Agosto e Setembro

Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual

Para qualquer informação adicional, por favor envie um e-mail para:

Imagem da escola de cães guia

  • Editorial - Por Dr. Afonso Abrantes

  • ...

    ABAADV notícias

    por Lerparaver

    Constituição da ABAADV

    Após o fim do projecto Horizon - Criação da primeira Escola de Cães Guia para Cegos em Portugal - em Dezembro de 1999, promovido pela Escola Beira Aguieira, entenderam as parcerias nacionais daquele Projecto Comunitário, EBA, Câmara Municipal de Mortágua, ACAPO e DREC, que não faria sentido o desaparecimento da estrutura e de todo o trabalho já realizado. Com a inclusão de vários sócios efectivos de entre as pessoas que de alguma forma estavam já ligadas ao processo, promoveu-se a constituição de uma Associação, sem fins lucrativos, que prosseguisse os mesmos objectivos e pressupostos do projecto, então findo.

    ...

    Mudança de Comportamentos Motores no Utilizador de Cão-Guia

    por Lerparaver

    Introdução

    Em primeiro lugar, gostaríamos de referir que este trabalho se baseia na nossa experiência pessoal. Esta abordagem é possível, uma vez que somos ambos cegos tardios, e a nossa evolução no que diz respeito à mobilidade foi e é muito semelhante. Em segundo lugar, como já deixámos antever, gostaríamos de fazer esta abordagem sob a perspectiva de um cego tardio, que como sabem terá uma maneira diferente de lidar com alguns problemas que advêm da cegueira. Como é óbvio, não pretendemos afirmar com isto a vantagem ou desvantagem de nascer cego, ou de se tornar cego numa fase adolescente ou mesmo adulta. Ambas as situações, se encaradas pelo lado mais prático e pondo de parte as emoções e paixões que por vezes somos levados a misturar nas análises que fazemos, têm prós e contras. É portanto, baseados nestes pressupostos que nos propomos analisar a mobilidade antes e depois da utilização do cão-guia. Achámos no entanto conveniente, fazer uma análise do que foi o nosso processo de chegada a um mundo até então perfeitamente desconhecido. Julgamos que assim teremos mais facilidade em nos fazermos compreender, embora saibamos que a maior parte das pessoas aqui presentes têm grande conhecimento destes processos, pois a sua vida profissional foi sempre desenvolvida em torno da reabilitação da cegueira.

    ...

    Os cães-guia para cegos em Portugal

    por Lerparaver

    Até 1996, quando nasceu a primeira escola portuguesa de cães-guia, Portugal era o único país da União Europeia que não dispunha desta ajuda técnica para os deficientes visuais.

    Sabina Teixeira e Vítor Costa são os educadores de cães-guia da Escola de Mortágua e são as duas únicas pessoas que exercem esta profissão em Portugal. Estiveram em França dois anos a aprender a educar cães para serem guias de cegos e actualmente uma terceira jovem encontra-se a frequentar o mesmo curso. Sabina e Vítor fazem um grande esforço para conseguirem ter quatro cães prontos para entrega em cada ano, por isso a Escola de Cães-Guia de Mortágua não pode, por enquanto, atribuir mais do que oito animais anualmente.

    ...

    Páginas



    61 a 72 de 72