Está aqui

Comentários efectuados por Mary

  • Mary comentou a entrada "Como é ver???" à 14 anos 1 mês atrás

    Olá, eu sou aluna finalista de Arquitectura Paisagista. O meu trabalho de fim de curso debruça-se sobre o tema "a cidade como paisagem". Dentro deste tema escolhi direccionar-me para uma visão menos materialista do mesmo e investigar /descobrir mais sobre este vosso mundo de sensações, escolhendo como sub-tema "a sensibilidade no escuro". Não sei se têm noção mas ao longo do curso é-nos induzido que em todos os projectos que façamos temos de ter em conta pessoas com deficiencias motoras, audio-visuais,etc...colocando rampas, pavimentos adequados,faceis acessos,etc...mas será que é so mesmo isto que podemos fazer por vocês no futuro, no espaço público, no jardim, na cidade...gostaria que me ajudassem a "perceber" a vossa visão sobre a paisagem, como a vivem, como a sentem, onde sentem mais dificuldades, como gostariam que fosse o espaço público ou axam que está bem como se apresenta? Como sentem os sons dos passarinhos, dsa água de um lago num jardim, o vento, os aromas, as brisas, afinal tudo isto é paisagem, faz parte dela, completa-a! Gostaria de poder falar com álguem que me respondesse a estas questões e me ajudasse neste desejo de compreender e melhorar o vosso mundo!obrigado. Maria

  • Mary comentou a entrada "Quais as diferenças entre deficiênte visual e cego" à 14 anos 8 meses atrás

    Convivo, formo na Universidade e trabalho com pessoas com deficiência visual: cegas e com baixa visão faz 24 anos e nenhuma dessas pessoas com as quais convivo se importa em dizer que são cegas ou que tenham baixa visão, pq consideram que não há como ficar fazendo rodeios para se dizer o que é. Algumas até dizem que essa forma clara e precisa evita tantas informações.

    Mas o que quero mesmo saber é se já está legalizada a deficiência monocular, uma vez que só vi solicitações para que fosse reconhecida e nada de oficial. Por favor me informe onde esta legalizado para que possa tb divulgar, embora particularmente ache que estamos caminhando para um mundo deficiente com pessoas deficientes entre poucas eficientes, pois com o resultado das conquistas por meio de tantas lutas muitas pessoas querem ser classificadas, consideradas e reconhecidas como deficientes, mas quando precisam aparecer como tal, não aceitam. Complicado né?
    Obrigada e bom trabalho a todos
    Mary