Está aqui

Comentários efectuados por Maria Dias

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 7 meses atrás

    Boa noite,
    Sr .Marco Poeta, as minhas criticas são sempre fortes, no sentido em que , quando se faz uma critica negativa sobre alguém, ou sobre o trabalho de alguém que se desconhece, nós temos que estar preparados para o contra ataque. Nós somos livres de nos expressar, mas temos que ter algum cuidado na linguagem que se utiliza. Quando respondi ao texto do Sr Gato, não foi com raiva, porque essa parte Caro Sr. Marco Poeta está resolvida e muito bem, não sou pessoa de rancores nem de raivas, estou muito bem obrigada aos meus 52 aninhos. Eu só respondi ao comentário do Sr Gato porque não é preciso uma pessoa ser muito inteligente, para se perceber o lado pejorativo que estava a levar, o jantar efectuado e de forma alguma poderia deixar passar em branco. Nem todos os cegos têm baixa auto estima, mas grande percentagem deles garantidamente que o têm. Eu confesso que no inicio tive, e procurei ajuda, pois achava tudo muito injusto e achava que todos estavam errados menos eu, e criticava tudo o que faziam.
    Os feedbacks só poderam ser construtivos e simpáticos, quando do outro lado se tem um discurso Coerente.
    Um bem haja carissimo Sr.Marco Poeta

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 7 meses atrás

    Respondendo à sua questão, não faço a minima ideia de qual será a diferença de um cego comer com ou sem luz, mas sei a diferença entre um normovisual comer com luz e sem luz,de um ambliope comer com e sem luz, porque já estive essa percepção,e o SR, António sabes -me dizer qual é a diferença,fiquei curiosa.
    Um bem haja

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 7 meses atrás

    Bom dia Caro Sr.Tadeu!
    Gosto de um bom debate, e confesso que o carissimo , tem jeito para a coisa lol.
    Confesso que ainda não tive a oportunidade de ler esse livro do nosso querido Saramago,que infelizmente já não se encontra entre nós.Mas das pessoas que já o leram tecem imensos elogios. Estou deserta para o fazer,adoro a leitura e um bom livro é sempre uma mais valia na nossa cultura geral. Eis uma questão,a Constituição da nossa Republica Portuguesa,deverá rectificar esse artigo, e colocar mais uma alenea a fazer referência á deficiência. Uma boa situação para fazermos uma petição.....
    Um bom dia para o carissimo Tadeu!

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 7 meses atrás

    Viva bom dia!
    Concordo de todo contigo, o facto de se tratar por tu não quer dizer falta respeito. Nós só faltamos ao respeito com alguém quando esse alguém também nos falta. O tu , significa proximidade, á vontade para...é obvio e por uma questão de educação, se me apresentam uma pessoa que nunca a vi, nem mais gorda, nem mais magra,não a vou tratar por tu, ou se a mesma tem um grau académico, não a vou tratar por tu, assim sem mais nem porquê. há que respeitar as hierarquias! Se não formos nós a tomar a iniciativa de " educar" os outros , quem será? Se estivermos á espera que o façam, certamente demorará tempos infinitos, que todos ou quase todos os cidadãos sejam sensiveis ás inumeras deficiências que existem. Eu sou 100% de acordo com todo o tipo de evento que se faça, desde que o conceito seja educar/sensibilizar todos para os problemas que encontramos no nosso dia a dia. Desde carros estacionados em cima dos passeios,buracos que se fazem na rua e muitas vezes não estão assinalados,arvores com galhos enormes que ao se passar , os mesmos batem-nos no rosto...etc...etc..Se a unica forma de sensibilizar passa por fazer jantares, missas,pic-nic, caminhadas, concentrações, etc...não interessa ,o importante aqui,o papel focal aqui é a sensibilização, e isso só incomoda certas pessoas ,quando as mesmas não têm a capacidade, de se aceitarem como são, e nós devemos sempre acima de tudo aceitarmo-nos com todas as nossas qualidades ou defeitos. Fiquei curiosa com a vossa instituição Fraternidade, existe algum site onde possa pesquizar mais acerta da mesma!
    Um bem haja para ti

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 7 meses atrás

    Boa noite Sr. Tadeu,
    Desconhecia que existiam quartos escuros para heterossexuais, mas olhe, se existem ainda bem, pois se vocês têm direito nós também o temos.lol. Caro Tadeu, não sei qual é o seu grau de deficiência, mas eu, já fui normovisual, Ambliope e neste momento cega, e eventos como os jantares às escuras, ou missas, ou qualquer que seja o tipo de evento, no meu prisma, é de carácter pedagógico, pois no jantar às escuras onde estive, ouve uma interacção entre os participantes, desde utensílios que lhes foram dados para as mãos e de olhos vendados, tentou se descobrir o que era .Alem de que o jantar também foi interessante, porque foi detectado as dificuldades, que se sente ao colocarmos agua, vinho etc, nos copos, ou partir carne, ou peixe . Nós quando temos visão ou quando não temos qualquer deficiência, somos indiferentes aos problemas dos outros, só quando nos bate á porta é que damos importância e fazemos algo para mudar as mentalidades. Antes do azar me ter batido á porta ,eu nem me passou pela cabeça a tamanha dificuldade, que um cego iria encontrar, e os ajustes que tinha que efectuar no seu dia a dia, e garanto-lhe que para quem nasce cego, aceita melhor a sua deficiência do que aquele que a perde á posterior. Porque é algo que tinha, um bem adquirido e de um momento para o outro deixou-se de o ter. Se existem pessoas que fazem eventos de sensibilização porque não divulgar ?! Porque não desmistificar que o cego faz exactamente o mesmo que um normovisual? Ok…deram o nome de jantar ás escuras…e se tivessem dado passeio ás claras…faria alguma diferença?! Acho que a mensagem que queriam passar foi passada, e isso é gratificante, porque estiveram amigos meus, no jantar e ficaram bastante maravilhados, com o momento que viveram, e se me apoiavam em todos os meus momentos menos bons, agora mais do que nunca estão comigo. E ter amigos não passa só por pertencermos a grupos de auto ajuda, ou de estarmos inseridos em blogues, ou chats,ou instituições, passa por termos amigos normovisuais, e aceitarem-nos com as nossas diferenças, porque existe por ai muita gentinha que não nos aceitam como somos. Para mim, um cego não via luz.. e não é bem assim, um cego tem a percepção da mudança de luz, mais escura ou mais clara, dai a cegueira não ser escura nem clara. Eu não vejo mas tenho a percepção de claro e escuro, não sei se será o seu caso, ou de mais alguém! No meu caso é. Não vejo o mal de alguém organizar eventos se sensibilização, mas pelos vistos estes inventos incomodam muita gente. Acho inclusive esses eventos divertidos, pois aí é que se invertem os papéis, passamos a ser nós os guias dos normovisuais e eles, coitadinhos, cheios de medo de cair a cada passo vacilante que dão agarrados ao braço do cego, hora está a ver Sr. Tadeu agora é que disse uma verdade, ao se ter invertido os papeis, demos um passo avançado na desmistificação da cegueira,lol. Caro Tadeu, obrigada pela desmistificação do quarto escuro, pois dos meus 52 anos , nunca ouvi falar em tal jogo, não deve ter sido certamente do ano da minha geração….obrigada pelo esclarecimento!
    Um bem haja ,pela coragem que tem em se assumir, embora as mentes humanos estejam mais abertas neste momento, bom já deram um grande passo, podem casar como nós heterossexuais e usufruírem dos mesmos direitos que nós temos. Viva o artigo 13 do CRP.

    Artigo 13.º
    Princípio da igualdade
    1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.
    2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual

  • Maria Dias comentou a entrada "O meu testemunho de vida" à 13 anos 7 meses atrás

    Estive a ler o seu testemunho, e fiquei maravilhada com o que li! Uma grande força e coragem para todos os que se julgam incapazes, de realizar os seus sonhos. Você é um exemplo de vida a seguir. Força...e muitas felicidades!
    Maria Dias

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 8 meses atrás

    A boa educação só pode existir, quando não nos confrontamos com provocações, e insinuações. O que o Sr. Gato Silvestre fez foi uma crítica maldosa e insultuosa. Nós para sermos respeitados temos que nos dar ao respeito, só assim merecemos e somos respeitados, e certamente temos que estar preparados para depois ouvir e aceitar as críticas. Uma coisa é nós criticarmos no sentido construtivo, outro é no sentido pejorativo. Não entendo o seu conceito de fanatismo ou manias de perseguição!!!!!!!! Existe aqui alguém com essa mania??!!!! Se existe…se calhar só na sua cabeça.

    Quanto ao conceito de quarto escuro, pois…não é preciso ser muito leigo na matéria para saber o que é um quarto escuro, e o que se faz lá dentro, o meu quarto até tem bastante luz, pois tem duas janelas enormes por onde entram os raios de sol!

    Como diz o Sr Tadeu e bem, e que desde já merece os meus parabéns pela sua frontalidade em se assumir, o quarto escuro é onde se faz a pratica de sexo em grupo entre homossexuais e bissexuais. Nunca fui a nenhum, primeiro porque não sou homossexual, nem bissexual, sou heterossexual, mas certamente se o fosse não teria qualquer problema em me assumir como tal. Pois nós devemos de ter sempre orgulho naquilo que somos, independentemente da sua ideologia política, raça, religião, cor, sexualidade ou deficiência a que nível for.

    Submetido em Sábado, 26/06/2010 - 00:27 por? Tadeu O quarto escuro é o melhor sítio que existe numa sauna gay. Lá nunca me perco e consigo identificar cá fora os gajos que encontro lá dentro e eles não me identificam a mim. Garanto que é bem melhor que a Santa Missa. Para o Sr Gato Silvestre aqui fica o conceito” defenição de quarto escuro!

    Os quartos escuros são, portanto, raros na capital. E olhados com desprezo moral por muitos gays, embora sejam eles os frequentadores. Mas o que são? Trata-se, em regra, de uma sala toda pintada de preto, às escuras, apenas com luzes de presença, onde vão homens gays para terem sexo anónimo com desconhecidos ou recém-conhecidos. Terá aparecido pela primeira vez nos EUA, nos anos 60. Para que se perceba melhor, o entrevistado resume a coisa deste modo: “Os heteros, se quiserem ter sexo ocasional, não têm para onde ir. Ou pagam, ou então não têm alternativa. Ali não se paga e é tudo muito fácil.” http://timeout.sapo.pt/news.asp?id_news=515.

    Quanto a esse jogo de bate pé ou a verdade e consequência desconheço, nunca ouvi falar em tal!!!. .Mas já agora gostaria de saber que jogo é esse…pois deve ser bastante interessante a nível cultural e intelectual !!

    Quanto á revolta do quarto escuro…caro Sr Gato Silvestre…garanto-lhe que não tenho nenhuma, sou uma pessoa de mente aberta e que aceito todos pela sua igualdade e diferença, tal como frisei em epígrafe. Referente á auto estima, pois nós quando não estamos bem psicologicamente temos sempre tendência a criticar tudo e todos , achamos que tudo o que os outros fazem está incorrecto. Devia de trabalhar mais essa sua auto estima continuo a frisar.Pois eu com os meus 52 anos, tenho a minha auto-estima muito bem trabalhada, posso referenciar que recorri a ajuda psicologica, aconselho a todos a faze-lo só assim ultrapassamos todos os obstaculos!

    .. o que fiz e farei será feito sem necessidade de protagonismo e sem apregoar aos 4 ventos o que se fez ou deixou de fazer. Aqui Sr. Gato cheira-me a ciúme! Acha que os jantares efectuados e a missa foi uma forma de protagonismo? A mim, não me parece…pois do que sei da instituição em causa, não me parece que seja esse o conceito de protagonismo , mas sim de sensibilização para todos os cidadãos.
    Será que o facto de alguém estar a efectuar um excelente trabalho o incomoda assim tanto???!!! EU DOU OS PARABENS A QUEM TEVE A INICIATIVA DOS JANTARES E DA MISSA. EU LÁ ESTAREI EM TODAS!..PARABENS A TODOS OS MEMBROS DAS ORGANIZAÇOES. CONTEM COMIGO!!!

    Ainda bem que estão a ter protagonismo e aparecem em tudo o que é comunicação social, finalmente estão a divulgar e a passar cá para fora o que é a cegueira. Viva os jornais…viva as televisões!!! e mais uma vez Viva a todos os que participaram , continuem a dar a cara por uma causa nobre, sem receios, sem medo das criticas dos que acham que o que se faz é só protagonismo!!!

    Vá malta toca a apagar a luz e fazer cenas radicais e tal e coiso já agora de luz bem apagadinha…
    pode ser que não se vejam outras coisas que essas sim até um cego por vezes consegue ver e são tão feiinhas coitadinhas
    Ai se a moda pega é ver nos jornais convites a brincadeiras ao quarto escuro para imaginar como os cegos fazem outras coisas além de comer e rezar… Valha-nos santa Luzia que é a santinha que protege os olhinhos…
    Ai pensamento pecaminoso dirão alguns, este gajo que por acaso até é cego e não desgosta de uma boa brincadeira ao quarto escuro está para aqui a ter… QUE LEITURA SE PODE EFECTUAR DAQUI????????? SEM COMENTARIOS.............

    Quanto ao pseudónimo não tenho, o meu nome é Maria Dias, não preciso de me esconder atrás de um pseudónimo para criticar o que se faz ou deixa de fazer !! Mas agora sim...confesso que fiquei fanatica..em defender algo em que acredito!!!

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 8 meses atrás

    Já fui normo-visual,ambliope e actualmente estou cega

  • Maria Dias comentou a entrada "Apaguem as luzes e vamos a isto!" à 13 anos 8 meses atrás

    Boa tarde!
    Fiquei de veras espantada com os comentários vindos de uma pessoa cega, embora a liberdade de expressão, por enquanto ainda seja livre em Portugal, surpreende-me pessoas medíocres, e com pensamentos um pouco ou quanto obscenos. Ainda bem que existem pessoas que têm a iniciativa de criar, jantares, missas..etc.…ás escuras.
    pois tu nem isso fizeste, diz-me que fizeste tu até hoje para explicar aos normo-visuais o que é a cegueira?
    O que sentem as pessoas cegas?
    Quais as dificuldades encontradas no seu dia a dia?
    Ou que medidas podem os normo-visuais tomar ,para que todas as pessoas de baixa visão e cegos possam ter melhor qualidade de vida melhor? Fizeste até hoje alguma coisa para desmistificar que a cegueira não é escura nem clara?..
    Eu estive no jantar e percebi o quanto é difícil comer sem luz, alem de que ninguém teve uma atitude de gozo ou brincadeira, para com as pessoas com deficiência visual. Sem tens complexos por seres cego, ou se não és aceite no teu leque de amigos ou sociedade que vives, aconselho te a procurares apoio psicológico, pois pessoas com baixa auto estima como a que tu tens, é que criam blogues de “merda” e vêm para aqui criticar o trabalho dos que tentaram sensibilizar todos os cidadãos que participaram, bem como os que tiveram acesso ao que os media mostraram. Se não és capaz de fazer algo que mude a atitude dos normo-visuais então remete ao silencio e não critiques o que os outros fazem. Fica muito mal vindo de quem vem!
    Bora lá malta fazer de ceguinhos e ver se conseguimos papar qualquer coisa de luz apagada e com os olhos tapados— Gostas de fazer de cego??? ….pois eu não!,,,e gostava que os meus amigos e familiares também nunca o fossem.
    Isto faz lembrar o tempo em que a malta brincava ao quarto escuro mas aí o objectivo já era menos santo que a santa Missa onde se brinca à igreja escura…Quanto a este comentário…quanto eu sei, os quartos escuros são para praticas promíscuas, onde se encontram pessoas gays e bissexuais e praticam sexo uns com os outros, nada tenho a opinar sobre a sexualidade de cada um, ou sobre a sua orientação sexual, mas garanto-te que no jantar que se realizou ás escuras não houve a pratica de sexo, mas ainda bem que te lembras do que fazias no quarto escuro, é sinal que a tua memória ainda se mantém fresca!
    Portanto caro amigo Gato Silvestre…em vez que estares perante este pseudónimo de Gato Silvestre devias de dar a cara e o nome, e não te esconderes atrás de um blogue! Só mostra o quanto és inculto e se existe aqui alguém a gozar com os cegos és tu!! Trabalha a tua auto-estima, não seja invejoso do trabalho dos outros, faz algo de útil para dignificar as pessoas cegas!
    UM BEM HAJA A TODOS OS CEGOS E AMBLIOPES DE PORTUGAL, CONTINUEM COM JANTARES,,,MISSSAS,,,PIC-NIQUES..E COM INICIATIVAS QUE MOSTREM A VOSSA ALEGRIA E A FORMA COMO RENASCERAM E ENCONTRARAM A FELICIDADE. Ignorem pessoas como o misterioso Gato Silvestre!!!

Páginas



21 a 29 de 29